terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Bolo cremoso de milho


Quando eu era criança, gostava de ir a casa da minha bisavó comer coisas gostosas. Me lembro que sempre havia um bolo de fubá, e quando eu dormia por lá, de manhã para o café eu sempre acordava com o cheiro do mingau de fubá que era servido para todos. Parecia uma lei, toda manhã tínhamos aquele delicioso mingau doce! A tarde mais uma vez o bolo de fubá estava lá a mesa pra ser comido com o café, que era distribuído em duas garrafas, uma com café forte e outra com um café fraco, dito, para as crianças, rsrsrs. A noitinha antes de dormir quem quisesse poderia tomar um mingau de fubá salgado que era regado no prato com uma generosa colher de azeite!

Essas lembranças com o fubá são deliciosas e vejo como minha infância foi uma delícia gastronômica!




Nessa receita, mostro a vocês um delicioso bolo cremoso feito com o fubá que muitos torcem o nariz porque associam como uma iguaria não muito fina e já lembram do angu. Mas saibam que em várias culturas ele tinha seu peso em ouro! Mas nem vou aqui falar de história, quem não gosta de milho e seus derivados como o próprio fubá, pode se deliciar com outras receitas interessantes aqui pelo blog.

Quando fui fazer essa receita pela primeira vez confesso que não acreditei que iria sair um bolo, mas vai por mim, o resultado você pode conferir nas fotos!

Ingredientes

• 4 xícara (chá) de leite
• 3 ovos
• 2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
• 1 e 1/2 xícara (chá) de fubá
• 2 xícara (chá) de açúcar
• 2 colheres (sopa) bem cheias de farinha de trigo
• 100g de queijo ralado
• 100g de côco ralado (se desejar)
• 1 colher (sobremesa) de fermento em pó

Modo de fazer

Bata todos os ingredientes no liquidificador e em seguida acrescente o queijo e o côco, misture bem e coloque em fôrma untada e enfarinhada levando para assar em forno a 200 graus por aproximadamente 40 minutos, ou até ficar dourado por cima.

Nesse bolo não adianta verificar o cozimento enfiando uma faca ou um palito por ele ser cremoso.
Acredite! A massa realmente muito líquida vai sim virar esse bolo delicioso depois do tempo de forno.


Dica: se quiser desenformar espere o bolo esfriar pois se ainda estiver quente ou morninho a parte cremosa vai despencar!

Bom apetite!

1 comentários:

Papo de Cozinha disse...

Ola Gustavo, muito legal o seu blog, parabéns! Eu também trabalho como Personal Gourmet, voltei de Vitória para Belo Horizonte, ainda me adaptando e conhecendo pessoas e coisas pessoas do ramo aqui, e me deparei com o seu blog. Muito legal, podemos conversar melhor com o tempo. Um abraço, mais uma vez parabéns e sucesso pra vc sempre!!!